Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2019

5 dicas ótimas para evitar contaminações na sua cozinha!

Você sabia que um dos locais mais contaminados da casa é a cozinha? o objeto que mais pode ser infectado é justamente a esponja. Existem no mercado esponjas com íons de prata incorporados, estes possuem uma ação chamada oligodinâmica, que elimina germes. Não possuindo estes íons prata, obrigatoriamente e diariamente, deverão ser desinfetadas: ferver por 3 minutos, mergulhar em solução de cloro – 2 colheres (sopa) de água sanitária por 1 litro de água) ou lavar, deixar úmida, envolver em papel toalha, colocar no micro-ondas por 2 minutos. De qualquer forma, dura 1 semana. Os alimentos que oferecem maior risco são: saladas cruas, frutas, ovos, e os perecíveis em geral, como peixes, carnes e aves. Os materiais mais seguros para utilizar na cozinha são: 1.     Plásticos isentos de Bisphenol A, vidro e aço inox. 2.     Evitar colheres e utensílios de madeira, pois ela é proveniente de uma árvore, ou seja, um ser vivo constituído por células, que formam pequenos

FADIGA EM EXCESSO PODEM SER SINAIS DE MÁ ALIMENTAÇÃO:

 Fonte da imagem:  https://www.sheknows.com/living/articles/1096081/how-to-nap-at-work/ Todo mundo já sentiu aquele cansaço logo após o almoço, ou vontade de ficar mais cinco minutinhos na cama ao acordar, não é verdade? Entretanto, quando essa indisposição se torna frequente e passa a afetar a rotina, pode ser sinal de que algo não vai bem com a alimentação e é preciso procurar ajuda. A falta de vitaminas e minerais de manutenção do corpo, queda na produção de hormônios, atuação contra o estresse oxidativo (produção aumentada de radicais livres) e deficiência na produção os anticorpos são alguns problemas que podem se manifestar a longo prazo. Para manter a energia e a saúde funcionando de forma adequada, é indicado o consumo de alimentos ricos em vitaminas do complexo B (como cerais, aveias e arroz integral) e magnésio (presente no espinafre, beterraba e abacate), que são excelentes combatentes do cansaço. Assim como o complexo B, o magnésio auxilia na regulaçã

LANCHES INTERMEDIÁRIO, ALIMENTOS TERMOGÊNICOS NATURAIS E ATIVIDADE FÍSICA:

Os principais alimentos termogênicos incluem: ☺    Pimenta vermelha ☺    Óleo de coco extra-virgem ☺    Canela ☺    Chá verde ☺    Guaraná em pó ☺    Cacau ☺    Gengibre ☺    Alimentos ricos em ômega 3 Os lanches intermediários do dia como lanche da manhã e lanche da tarde, os alimentos termogênicos para que tenham um bom funcionamento, é preciso uni-los a exercícios físicos e ter uma alimentação equilibrada. Dessa forma, além de ajudar na perda de gordura, os alimentos termogênicos podem auxiliar no controle da obesidade e, consequentemente, na prevenção do diabetes mellitus tipo 2. O recomendado é que sejam ingeridos de 30 a 60 minutos antes do início da prática de exercício físico, para ajudar na queima calórica e melhora da performance. Mas o consumo deve ocorrer somente no período da manhã e da tarde e nunca antes de dormir, pois a otimização do processo da queima de calorias e a aceleração do metabolismo pode atrapalhar o sono e causar insô

Ingestão moderada de algumas gorduras é recomendada, segundo estudo científico:

Fonte da imagem:  https://www.seattlesutton.com/blog/the-skinny-on-fat-explaining-good-fats-vs-bad-fats/ Uma pesquisa realizada na Universidade de Oxford, na Inglaterra, examinou os efeitos das dietas de alta restrição calórica na saúde do coração. O estudo teve a participação de 21 pessoas obesas na faixa dos 52 anos. O resultado foi que dietas altamente restritivas causa um aumento provisório dos níveis de gordura no coração, além de prejudicar a capacidade do órgão de bombear sangue. Na tentativa de eliminar alguns quilos, as pessoas adotem dietas extremamente restritivas e, em consequência, interrompam o consumo de alimentos com tipos específicos de gorduras, essenciais ao bom funcionamento cardiovascular, peixes assim como as nozes, são exemplos, pois são ricos em gorduras monoinsaturadas e poli-insaturadas, também conhecidas como ômega 9 e ômegas 3 e 6, esses alimentos ajudam na prevenção de doenças cardiovasculares. A ingestão das boas gorduras de forma contro

RECEITA DO CHOCOLATE SAUDÁVEL COM MATCHA!

Ingredientes ·        200g de Creme de leite light ·        20g de Matcha em pó pronto para consumo ·        400g de Chocolate 50% ou 70% de cacau Modo de Preparo ·        Aqueça o creme de leite a 90º C. Apague o fogo, acrescente o matcha em pó pronto para consumo. ·        Coloque a preparação em uma fôrma, e deixe esfriar na geladeira. Ele precisa ficar com uma consistência bem firme. ·        Quando estiver endurecido, retire da geladeira. ·        Derreta o chocolate a 45ºC e tempere sobre uma bancada de granito até que atinja 30º C. ·        Acrescente um pouco na forminha que desejar e em seguida um pouco do creme de matcha e por cima finalize com o chocolate. Você decorar polvilhando com açúcar de coco ou coco ralado light. ·        Volte para a geladeira até que fique firme para ser desenformado.

Farinha Teff: o novo superalimento

Fonte da imagem:  https://www.superfoodly.com/teff-flour-benefits-nutrition/ A farinha Teff é obtida a partir de um grão muito pequeno, semelhante ao da semente de papoila, originário da Etiópia e Eriteia, onde é fundamental na alimentação diária. A Etiópia é ainda o maior produtor mundial. Existe em diversas variedades de cores, desde o branco, passando pelo vermelho até ao castanho-escuro e acredita-se que é cultivado há mais de 5000 anos. O seu nome botânico – Eragostis tef – significa “erva do amor”. É tão pequeno, que para se obter um grama, são precisos 3 mil grãos. Ele é consumido tradicionalmente na Etiópia e Eritreia como um tipo de pão, a injera. O Teff possui um enorme potencial para o desenvolvimento de produtos de grande valor nutricional com benefícios para a saúde. A excelência deste cereal reside na sua riqueza em minerais e pelo seu fantástico conteúdo em aminoácidos essenciais, o que o torna superior aos outros cereais. Teff é rico em cálcio, magnésio,

ESTUDO: CHOCOLATE COM MAIS DE 50% DE CACAU E DOENÇAS NO FÍGADO

De acordo com pesquisa científica apresentada no encontro anual da Associação Européia para o estudo do fígado, em Viena (Áustria), a resposta é sim!  Segundo os pesquisadores o chocolate amargo contém substâncias que diminuem o dano causado às veias do fígado de pacientes cirróticos, diminuindo a hipertensão portal. Já o chocolate branco não mostrou qualquer benefício, devido à ausência de fitoquímicos, como flavonóis, flavonóides e teobromina.

CHOCOLATE ROSA (CACAU RUBI):

Já ouviu falar em chocolate rosa? Trata-se de um chocolate (cacau especial) que viralizou e já está disponível no Brasil. Ele é feito a partir de grãos de cacau rubi que só podem ser encontrados na Costa do Marfim, no Brasil e no Equador. Essas sementes passam por uma fermentação especial, que tem como objetivo manter a coloração. Sem corantes ou aditivos, o produto é naturalmente pink. Dessa forma, ele é configurado como a quarta cor do doce, também disponível nas versões ao leite, amargo e branco. Em 2018, a Nestlé lançou uma edição limitada do Kit Kat Ruby, que sumiu rapidamente das prateleiras das lojas. O chocolate rosa tem sabor frutado e cor natural, sem adição de corantes. É mais cremosa do que o usual e possui notas frutadas e cítricas. Dentre os benefícios do consumo, a espécie de cacau rubi é rica em substâncias antioxidantes, que combate a radicais livres no organismo. Esses compostos são os flavonoides, que oferecem cores vibrantes a alimentos naturais

ESTRESSE E QUALIDADE DO SONO INFLUENCIAM DESENVOLVIMENTO DE COMPULSÃO ALIMENTAR:

Fonte da imagem:    https://www.everydayhealth.com/binge-eating-disorder/guide/ Estudo teve como objetivo determinar a prevalência de compulsão alimentar – CA (desejo de consumo de alimentos ricos em gorduras e açúcares) associada ao estresse, qualidade de sono e cronotipo (momentos do dia em maior e menor alerta) entre 644 estudantes universitários (18 – 28 anos). Os estudantes forneceram dados sociodemográficos, e responderam questionários relacionados à compulsão alimentar, cronótipo, escala de estresse e qualidade de sono. Foram mensurados peso e altura. A prevalência de compulsão alimentar foi de 10,1%. 56,5% apresentaram baixa qualidade de sono, sendo que nos indivíduos com CA essa porcentagem subiu para 81,2%, e quando não havia presença de CA esse valor caiu para 57,2%. A maioria dos estudantes (70,2%) apresentava cronotipo intermediário, isto é, ficavam em alerta tanto pela manhã quanto a noite. Foi observada uma correlação negativa entr

Dia Mundial de conscientização do Autismo: Nutrição pode ajudar!!!

Gostaria de agradecer à todas as Professoras, Fonoaudiólogas, Fisioterapeutas, Dentistas, Terapeutas, Cozinheiras, Psicólogas, Assistente Social, Diretoria e Funcionários no geral da APAE de São José dos Pinhais, pelo brilhante trabalho que cada um realiza e por compartilhar tantos ensinamentos. Sou muito grata em fazer parte dessa equipe. Hoje é um dia especial, conscientização do Autismo, e aqui falo um pouquinho da importância da alimentação.  No tratamento do autismo a alimentação tem um papel fundamental. Alguns alimentos podem intensificar os sintomas como a farinha de trigo, o leite e a soja. Quando eles são retirados da dieta dos autistas, geralmente eles ficam mais calmos e ocorre melhora da atenção e concentração. Dessa forma, realizo treinamento para profissionais que trabalham com Autistas em escolas, professores ou familiares sobre adequação alimentar e seus benefícios.  Além dos comportamentos característicos, há uma série de desordens gastroi