Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2019

RECEITA DO POOLISH (pré-fermento)

O Poolish é um termo polonês utilizado para referir-se ao pré-fermento, que é utilizado desde 1840. O Poolish era largamente utilizado na Áustria na elaboração dos tradicionais pães de Viena e, por volta de 1920 foi levado para a França, onde é utilizado até hoje. Este pré-fermento é elaborado em duas etapas, sendo que na primeira elabora-se uma massa bem mole, quase líquida, constituída por pequenos percentuais de fermento e iguais quantidades de água e farinha de trigo. Nesse caso, a quantidade de fermento é variável, em função do tempo disponível para a fermentação desse material, conforme é mostrado a seguir: . 2 horas de fermentação, 2,5% de fermento . 3 horas de fermentação, 1,5% de fe rmento . 8 horas de fermentação, 0,5% de fermento . 12 a 16 horas de fermentação, 0,1% de fermento Após o preparo, a massa deverá ser colocada para descansar até que cresça mais que o dobro, sob temperatura mantida entre 22 e 28 O C. A segunda etapa consiste no pr

ESTUDO: Avaliação dos níveis de vitamina D em crianças e adolescentes com Paralisia Cerebral

A deficiência de Vitamina D esta sendo reconhecida como uma pandemia por causa do volume de pessoas afetadas pela deficiência e o número de doenças geradas ou estimuladas por tal deficiência. A deficiência de Vitamina D é definida como 20 ng/mL ou menos de 25(OH)D; a "insuficiência" é definida entre 21-29ng/mL; e "suficiência" é definida entre 30-100 ng/mL (30 ng/mL é o limiar de saúde ósseo). Nos indivíduos acometidos com Paralisia Cerebral (PC) podem ocorrer deformidades ósseas associadas à disfunção do movimento. Por isso os pesquisadores decidiram investigar qual o estado da vitamina D nestas crianças e adolescentes. No estudo foram avaliados 60 pacientes com idade entre 3 e 20 anos, que foram divididos em dois grupos: Grupo controle (n: 30) e Grupo de Casos (n: 30). Para comparação das variáveis: sexo, função intestinal, exposição solar, consumo alimentar de ovo e fígado de boi entre os grupos e a avaliação da vitamina D em relação às var

Sugestão de lanche pré treino para atividade física leve a moderada:

  Ingredientes: - 1 banana em rodelas - Pasta de amendoim (usei da marca Putz ® , tem de vários sabores!) - 1 colher de sopa de quinoa em grão Modo de preparo: Misture a quinoa na pasta de amendoim e acrescente 1 colher de café em cada fatia de banana. Consumir 1 hora antes do treino.

RESPOSTA GLICÊMICA NÃO DEPENDE APENAS DO CONTEÚDO DE CARBOIDRATO DAS REFEIÇÕES

Estudo conduzido por Mendes-Soares descreveu a resposta glicêmica de indivíduos a diferentes grupos de alimentos considerando a fisiologia e o microbioma individual em adição às características nutricionais dos alimentos (calorias e carboidratos). 327 indivíduos com 18 anos ou mais, sem diabetes, sem problemas crônicos gastrointestinais e sem uso de determinados medicamentos foram incluídos no estudo. Os participantes forneceram uma amostra de fezes antes do início do acompanhamento e durante o estudo registraram sua alimentação e mediam sua glicemia. Todos foram orientados a manter seus hábitos alimentares normais, exceto por 4 refeições padronizadas fornecidas pela equipe de pesquisa, que deveriam ser consumidas como a primeira refeição do dia. Das refeições ingeridas, a distribuição média de nutrientes foi de 43% em carboidratos, 18% em proteínas e 39% em gorduras. Os filos mais prevalentes na microbiota intestinal dos participantes foram Bacteroidetes, Firmicutes, Prot

CONSUMO DE LÁCTEOS E RISCO DE CÂNCER DE BEXIGA

Estudo investigou possíveis associações entre ingestão de laticínios e risco de câncer de bexiga (CB). Para isso, os autores avaliaram 13 estudos de coorte que atenderam aos critérios de elegibilidade. Esses trabalhos contemplaram um número de 3590 indivíduos com CB e 593.637 indivíduos controles sadios. Foram analisados os dados alimentares destes indivíduos, bem como dados demográficos e se eram fumantes. Informações sobre consumo de leite e derivados foram coletadas dos formulários e quantificadas. Os indivíduos com CB tinham idade média de 60,6 anos, sendo a maioria homem (75%). Nenhuma associação foi observada entre consumo de leite líquido, leite processado, ou produtos lácteos e risco do câncer. Quando os produtos lácteos foram analisados individualmente, não foi encontrada associação entre o consumo de creme de leite, queijo ou sorvete e aumento do risco de CB, entretanto, uma associação inversa foi observada apenas para consumo de iogurte quando comparados consu

NOVO E-BOOK: BABY FOOD (Cook Book para os Pais)

Olá pessoal! Gostaria de divulgar meu novo E-book, na verdade resolvi fazê-lo após pedidos de vários pais tanto do consultório quanto da APAE, preocupados em ajudar seus filhos (principalmente os com Síndrome de Down)  porém de maneira prática e fácil, assim fiz um livreto com várias dicas de alimentação e receitas para crianças e adolescentes que necessitam perder peso de forma saudável. O e-book conta com sugestões de alimentação na escola, alimentação com os pais nos finais de semana, dicas dia-a-dia, incentivos para o consumo de frutas e verduras, sugestões de sanduíches temáticos com fotos (de um curso que ministrei para crianças), compra de alimentos (ensino passo-a-passo de como comprar carnes, peixes, ovos, laticínios, legumes, frutas, verduras, cereais, leguminosas e embalagens corretas) e receitas variadas com perfil fácil e econômica em que as crianças e adolescentes possam ajudar no preparo. Este e-book será disponibilizado de forma gratuita em consulta a

BENEFÍCIOS A SAÚDE DO ÓLEO DE LICURI:

O óleo de licuri é extraído da amêndoa da planta de mesmo nome, da espécie Syagrus coronata. Pertencente da família Arecaceae, é uma palmeira nativa das regiões secas e áridas da caatinga, no nordeste do Brasil. O fruto é uma ótima fonte nutricional. Segundo uma pesquisa do Ministério da Educação, ele contém nutrientes como cobre, ferro, manganês, zinco, cálcio e magnésio. Com tais propriedades, o óleo pode garantir o bom funcionamento do sistema nervoso e imunológico, prevenir a osteoporose e fortalecer os ossos, além de prevenir aterosclerose, problemas cardíacos, artrite reumatoide, infecções, hipoglicemia, inflamações, lúpus, etc. Ele pode agir também contra a diabetes graças a presença de manganês, que ajuda na liberação da insulina e no metabolismo da glicose. Também auxilia na síntese de ácidos graxos essenciais ao organismo e na liberação de hormônios da tireoide e hormônios sexuais. O ferro é essencial para a dieta das crianças, já que sua deficiência pode causar

ESTÁ COM DIFICULDADE DE ENGRAVIDAR? Coenzima Q10 pode ajudar segundo estudo científico

A Coenzima Q10 (CoQ10) é um antioxidante que você produz naturalmente e estimula o crescimento e a atividade das células. A CoQ10 é um componente essencial das mitocôndrias envolvido na produção de energia da célula e, além disso, possui propriedades antioxidantes ao inibir a oxidação do DNA. Os níveis de CoQ10 diminuem com a idade de forma semelhante à diminuição da fertilidade, enquanto a taxa de alteração cromossômica (genética) dos óvulos aumenta. Isso pode sugerir a contribuição fundamental dos níveis reduzidos de CoQ10 para o envelhecimento ovariano. As mitocôndrias são as estruturas mais abundantes em óvulos e embriões precoces. A maturação de um óvulo levando à ovulação é um processo complexo que requer a formação do fuso meiótico e a produção de energia pelas mitocôndrias. Uma função mitocondrial interrompida poderia levar à parada da maturação do óvulo e comprometer o desenvolvimento do embrião. Além do envelhecimento, o estresse oxidativo e a disfunção mitocondr

AUTISMO: Dieta SGSC

Gostaria de esclarecer sobre a dieta SGSC que trabalho com crianças/adolescentes com autismo, pois muitas mães tem me perguntado sobre. Tenho tido resultados ótimos na qualidade de vida destes pacientes!!! Conheça um pouquinho aqui neste post. Existem várias versões da dieta para autismo, mas a mais conhecida é a dieta SGSC, que implica uma alimentação na qual são retirados todos os alimentos que contenham glúten, como farinha de trigo, cevada e centeio, assim como alimentos que contenham caseína, que é a proteína presente no leite e nos derivados. A dieta SGSC ajuda a controlar o autismo porque esta doença pode estar ligada a um problema chamado Sensibilidade Não Celíaca ao Glúten, que é quando o intestino é sensível ao glúten e sofre alterações como diarreias e sangramentos quando o glúten é consumido. O mesmo vale para a caseína, que é má digerida quando o intestino é mais frágil e sensível. Essas alterações intestinais parecem estar muitas vezes ligadas ao autismo, l