Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2017

ESTUDO REVELA: CÂNCER DE MAMA PODE TER RELAÇÃO COM MICROBIOTA

FONTE DA IMAGEM: https://www.healthhub.sg Nós possuímos bilhões de bactérias em todo o organismo, essa microbiota exerce um papel fundamental no desenvolvimento humano e alterações na composição da mesma podem levar ao aparecimento de doenças. Uma pesquisa publicada no periódico Applied and Environmental Microbiology (2016), sugere que a composição de micro-organismos nas mamas pode desempenhar um papel no câncer de mama aumentando ou diminuindo o risco de ocorrência. Segundo esse estudo, uma em cada oito mulheres nos EUA são diagnosticadas com câncer de mama durante suas vidas ao longo de suas vidas e a origem etiológica da doença ainda permanece inconclusiva, mas acredita-se ser devido a uma combinação de fatores genéticos e ambientais. Considerando essa hipótese e a possível relação com as alterações na microbiota mamária, os pesquisadores analisaram o DNA bacteriano encontrado em amostras de tecido mamário de 58 mulheres que iriam passar pela retirada de nódulos o

CAMPANHA: Riscos da Homocisteína alterada (Faça seu exame)

FONTE DA IMAGEM: http://www.laddmcnamara.net A homocisteína é um dos biomarcadores laboratoriais que sempre peço via exame sanguíneo, pois é o mais proeminente utilizado para avaliar o estado da metilação. Embora eu nunca confie apenas em um indicador, este é um estudo que rotineiramente avalio nos pacientes, apresentando uma infinidade de sintomas e condições diferentes. Para conhecimento - a homocisteína está associada à lesão celular, especificamente às células endoteliais que alinham nossos vasos sanguíneos. Para aqueles familiarizados com a biologia, a homocisteína parece exercer estresse em um componente celular chamado reticulo endoplasmático , que cria espécies reativas de oxigênio e Inflamação. Sabemos que a inflamação crônica pode atuar tanto localmente como em outras partes do corpo para danificar o tecido e causar sérias doenças. A homocisteína também pode afetar negativamente outro componente celular, as mitocôndrias . Estas são organelas de produção de energ

PALATINOSE - Carboidrato inteligente para quem treina

FONTE DAS IMAGENS:  http://nutritechfit.com A palatinose é conhecida como carboidrato inteligente e também é chamada de isomaltuose, é um único carboidrato funcional que é totalmente digerível e lentamente liberado na corrente sanguínea. Tem a capacidade de fornecer energia por muito mais tempo e é recomendada para praticantes de atividades físicas. A grande diferença desse nutriente está na sua ação, porque é um carboidrato de baixo índice glicêmico (IG 32) e ele pode auxiliar a diminuir os picos de insulina, reduzindo a fome. Outro efeito seria na prática do exercício físico, onde ele contribui para retardar a sensação de fadiga. Desenvolvida com base em uma fonte completamente natural (a sacarose) a palatinose pode ser encontrada, por exemplo, em mel e extrato de cana-de-açúcar. É um alimento tão eficiente e bom para a saúde que está no grupo dos alimentos funcionais. Proporciona as mesmas calorias que a maioria dos outros açúcares, mas possui a vantagem de ser dig

VOCÊ CONHECE OS PANCS (PLANTAS ALIMENTÍCIAS NÃO CONVENCIONAIS)???

PANC é toda planta comestível que não é comum, seja ela silvestre (da mata) ou espontânea (que surge em meio à plantação ou jardim). Algumas variedades de urtiga, por exemplo, são do grupo PANC. Quando consumimos sempre as mesmas espécies convencionais, ingerimos os mesmos nutrientes e vitaminas, assim as PANCs podem ajudar a quebrar essa monotonia do mercado e do que levamos para a mesa. Precisamos variar o consumo de frutas e verduras. Mas a gente se acomoda e consome pouquíssimas espécies por falta de conhecimento e divulgação até mesmo da mídia. As PANCs não são um grupo de plantas coeso e homogêneo. Há espécies nativas, exóticas, cultivadas, espontâneas. Há folhas, frutos, vagens e grãos. São plantas que não encontramos facilmente nos mercados, mas que em determinados lugares podem ser convencionais. Comece a incluir as Pancs em sua alimentação. Essas plantas podem ser utilizadas em várias receitas, converse com o seu Nutricionista Clínico. Veja alguns exemplos de

RECEITA DO CHURROS FIT COM COLÁGENO

Ingredientes da massa: - 1 xíc. (chá) de água - ½  col. (café) de sal marinho - 1 col. (sopa) de óleo de linhaça ou amendoim - 1 xíc. (chá) de farinha de arroz (usei a marca Migra ®) - 1 col. de sopa de colágeno em pó com mais de 8g de proteína sem sabor  - 1 col. (sopa) de adoçante culinário Modo de preparo da massa Coloque a água, o sal, o adoçante e o óleo em uma panela e leve ao fogo. Ao sentir que esquentou (não ferveu), acrescente a farinha, o colágeno e mexa bem, até a massa desprender do fundo da panela. Coloque a massa em uma bisnaga própria para churros e crie o seu tamanho. Leve para assar em forno preaquecido a 180°C por 20 min. Depois de assado você pode polvilhar canela ou açúcar de coco. Ingredientes do recheio - 1/2 xíc. (chá) de água fervente - 1 xíc. (chá) de leite em pó desnatado tipo Molico ® - 2 col. (sopa) de adoçante culinário - 1 col. (sobremesa) de cacau em pó (usei o 100% da Nestlé ® para ficar bem escurinho) - 1 col.

Nova pesquisa revela como reduzir a chance de desenvolver Diabetes tipo 2!

Fonte da Imagem:  https://www.stepjockey.com Uma pesquisa divulgada pela Universidade de Washington nos EUA na revista científica de Diabetes Care da Associação Americana de Diabetes , descobriu que se você caminhar 3 quilômetros por dia é a distância necessária para você reduzir em 30% a chance de desenvolver diabetes tipo 2. Então, vamos caminhar mais e esquecer escadas, escadas rolantes e elevador!