Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2017

RECEITA DO GARAM MASALA غارام ماسالا

Para quem conhece o meu trabalho, sabe que gosto muito da culinária indiana, e sempre estou pesquisando sobre, testando e repassando receitas saudáveis., uma delas é o tempero indiano garam masala, onde fiz algumas amostras e distribui nas consultas para conhecimento. O sucesso foi tanto, que estou deixando aqui neste post a receita para que todos possam conhecer e compartilhar. O Garam masala é um mix de temperos tipicamente indiano. Tempero quente, essa seria a tradução do nome Garam Masala. Tem esse nome por ser muito forte e causar uma sensação "quente" ao ser consumido  e também por ser comumente usado em pratos quentes. Ele não possui uma receita fixa, pois em cada lugar da Índia a receita é diferente, e cada família 'carrega' o seu com o que mais gosta; por isso os ingredientes variam muito. O preparo é bem simples: primeiramente uma série de sementes e temperos são salteadas em uma frigideira e depois a mistura é moída, até tornar-se um pó fino. O armaz

Você já ouviu falar no trigo verde ou freekeh ?

 O grão de origem síria é considerado um superalimento em razão das grandes quantidades de fibras e proteínas. Cerca de 100 gramas possuem, em média, 16,5 g de fibras e 12,6 g de proteínas. Auxilia no processo de saciedade devido às altas quantidades de fibras e proteínas. Se utilizado em substituição a outros grãos e junto a uma alimentação equilibrada, pode ser um adjuvante no processo de emagrecimento. O trigo verde é um produto novo ainda no Brasil, pode ser encontrado em lojas de produtos naturais. Dica: na maioria das vezes as embalagens trazem o nome Freekeh. Pode ser incluído na alimentação em substituição a outros grãos. A quantidade varia de acordo com as necessidades calóricas de cada pessoa. Um exemplo, seria substituir a porção de arroz do almoço, por exemplo, por uma porção semelhante do trigo verde. Em comparação a quinoa, contém mais proteínas e mais do que o dobro de fibras. BENEFÍCIOS DO FREEKEH - Alimento que proporciona saciedade devido à quantida

Qual a diferença entre o Whey Protein isolado, concentrado e hidrolisado?

Muitos pacientes pelo qual indico o uso do whey protein (após verificação dos exames sanguíneos e real necessidade para uso), ficam na dúvida quanto aos tipos de whey disponíveis na hora da compra, assim segue abaixo detalhes de cada um: Whey Protein isolado | Mais puro e com alta concentração proteica, 90% ou mais, essa versão tem pouca gordura e lactose. O processo de filtração da proteína isolada é mais rígido, eliminando colesterol, gorduras, lactose e hidratos de carbono, por isso os níveis de proteína acabam sendo maiores. A proteína do soro de leite isolada auxilia na definição e construção muscular, sendo considerada uma proteína completa. Whey Protein concentrado | Conforme os níveis de proteína diminuem, os volumes de gordura e lactose, normalmente, aumentam. Pelo fato de seus processos de filtragem ser mínimos, conservam-se frações mais benéficas da proteína. Recomenda-se seu consumo para dietas de redução calórica com objetivo de ganho de massa muscular.

COUVE NO PÓS TREINO - estudo revela benefícios!

A couve contém magnésio, um mineral que além de ajudar no relaxamento muscular, auxilia também na melhora do humor e a verdura tem ação cicatrizante, anti-inflamatória, ajuda na desintoxicação e na absorção do cálcio. Recente estudo realizado pela Universidade de Rush, nos Estados Unidos, revelou que além de tudo a verdura também é excelente também para o cérebro. A couve é uma boa fonte vital de minerais como ferro (previne a anemia), fósforo (para os músculos e ossos), cobre, que ajuda na absorção de ferro, manganês e selênio, necessário para a tireoide e também um poderoso antioxidante. Possui também potássio, um dos responsáveis pela manutenção do equilíbrio hidroeletrolítico, contração muscular, funcionamento cardíaco e participação da transmissão dos impulsos nervosos. Além do zinco, importante tanto para a síntese de células imunológicas como em sua ação de defesa contra vírus, bactérias e fungos. Por todos estes motivos, a couve pós treino trará apenas benefícios a saúd

Cortisol - Hormônio "vilão" da dieta!!!

O CORTISOL PROMOVE TANTO O ARMAZENAMENTO QUANTO LIBERAÇÃO DE GORDURA No consultório, um dos exames que sempre solicito aos meus pacientes é o Cortisol, isso porque a maioria das mulheres o possui de forma alterada, onde compromete todo o tratamento nutricional. Assim, segue uma matéria explicando quem é este hormônio e sua relação com o emagrecimento .  Nunca esqueça de pedir a sua Nutricionista Clínica a dosagem deste hormônio. O cortisol causa o armazenamento de gordura, porque como a insulina, ele aumenta a atividade da principal enzima de armazenamento de gordura, a Lipase lipoproteica (LPL, do inglês, Lipoprotein Lipase). Causa a queima de gordura, porque aumenta a atividade da principal enzima na queima de gordura, a lipase sensível a hormônio (HSL, do inglês, Hormone-sensitive Lipase). É bom salientar que a principal enzima na queima de gordura em nosso corpo é chamada de lipase sensível a hormônio e não de lipase sensível à caloria. Isto já dá uma dica de que

RECEITA: Pudim de batata doce

INGREDIENTES ü 150 gramas de batata-doce ü 100 gramas de açúcar demerara ü 1 colher de sopa de manteiga sem sal ü 1,5 colheres de sopa de farinha de arroz ou amêndoas ü 1 litro de leite desnatado ü 1 ovo ü Raspa de 1 limão ü 2 colheres de sopa de vinho do Porto ü 1 colher de café de canela em pó ü Raspas finas de limão PREPARAÇÃO Vamos dar início à preparação do pudim de batata doce a cozer as batatas. Após a cozedura triture as batatas. Coloque 115 gramas de açúcar numa caçarola, depois salpique a caçarola com umas gotas de água. Prepare até o “ponto de caramelo”. Assim que tenha conseguido alcançar o “ponto-de-caramelo” espalhe o preparado no interior da forma do pudim e reserve. Ligue o forno a uma temperatura de aproximadamente 190ºC para que o forno vá aquecendo. Misture o purê de batata doce com o açúcar sobrante misturando muito bem. De seguida acrescente todos os outros ingredientes, e bata para misturar t

RECEITA: Ratatouille à moda mediterrânea

INGREDIENTES ü 2 unidades de berinjela ü 1 unidade de pimentão amarelo cortado em fatias ü 1 unidade de pimentão vermelho cortado em fatias ü 2 unidades de abobrinha ü 1 colher (chá) de sal, cheia ü 1/2 unidade de cebola cortada em cubos ü 2 dentes de alho picado bem pequeno ü 4 unidades de tomate sem pele e sem sementes cortado em cubos ü 3 colheres (sopa) de salsinha picada ü ¼ xícara (chá) de azeite de oliva extra virgem PREPARAÇÃO Corte a berinjela e abobrinha em rodelas de aproximadamente 0,5cm. Reserve. Coloque as rodelas de berinjela e abobrinha numa tigela e salpique 1 colher (chá) de sal marinho por cima. Espalhe bem e deixe descansar por 30 minutos. Escorra toda a água que formar e seque bem cada rodela de berinjela e abobrinha com um papel toalha. Reserve. Aqueça bem uma frigideira e unte com azeite. Grelhe os legumes (apenas abobrinha e berinjela). Coloque poucas rodelas por vez na frigideira, toman

RECEITA: Manteiga de azeite de oliva com ervas para passar no pão

Coloque o equivalente a uma colher de chá do mix de ervas (que pode ser o que você gostar, eu geralmente coloco tomilho, sálvia, orégano, manjericão, salsa, coentro, alecrim e tomilho) ao fundo de cada cubo da Forma de Gelo. Depois você deve completar com o azeite de oliva extravirgem (eu uso da marca Gallo ® ou Andorinha®),  tampe e leve ao freezer até endurecer. Na hora de usar para refogar alimentos, derreta os cubos de azeite de ervas diretamente na panela, na quantidade que desejar. Se for usar para passar no pão, retire do freezer alguns minutinhos antes.

Benefícios da flor Capuchinha no emagrecimento

Um estudo realizado com os adipócitos identificou que a administração de extrato de Capuchinha (tropaeolum majus) – uma flor comestível encontrada na região sudeste do Brasil - inibiu o acúmulo lipídico e reduziu a expressão gênica de fatores que aumentam o processo de adipogênese. A Capuchinha também é proposta para reduzir vias inflamatórias que podem ser ressaltadas na obesidade. Por esta hipótese, um grupo de pesquisadores verificou, em modelo celular, que o extrato aquoso da planta foi capaz de suprimir a via das Ciclooxigenases, sugerindo efeito anti-inflamatório. Além destas importantes atuações, um ensaio clínico conduzido com 15 homens metabolicamente saudáveis mostrou que o consumo de suas folhas secas resultou em aumento de hormônios intestinais que regulam a saciedade, podendo reduzir o consumo energético. Desta forma, o consumo de Capuchinha é proposta como uma interessante estratégia para a redução do risco de obesidade. Entretanto, é importante considerar a litera