Uso do DHEA para ganho de massa muscular:



FONTE DA IMAGEM: http://espaces-fitness.com

Em busca do corpo perfeito, muitas pessoas tem buscado resultados rápidos e um dos famosos do momento é o DHEA.
Ele é um hormônio chamado desidroepiandrosteron, conhecido também como deidroespiandrosterona e de prasterona.

Ele é um hormônio produzido pelo corpo nas glândulas adrenais. O trabalho dessa substância é o de transformar as gorduras e o colesterol presente no corpo humano. A partir daí, estudiosos perceberam que ela aumentava a força muscular, a definição dos músculos e até mesmo o apetite sexual.

O uso do DHEA passou a ser feito também por pessoas que não tem o deficit do hormônio no corpo, apenas com o intuito de aumentar a massa muscular. O suplemento é considerado doping, se você é atleta profissional, o ideal é não usá-lo.

O principal benefício encontrado no DHEA é o seu efeito esteroide. Ou seja, ele aumenta a massa muscular e ajuda na hipertrofia. Além disso, o hormônio também está relacionado à melhora do condicionamento físico e também do apetite sexual.

Entre os efeitos colaterais que mais ocorrem estão o aparecimento de acne, insônia, dor abdominal, perda de cabelo, pele oleosa, fadiga, taquicardia e aumento no nível de colesterol. No caso específico de mulheres, o uso do DHEA pode causar algumas mudanças no ciclo menstrual, engrossamento da voz e aparecimento de pelos faciais.
Homens podem ficar mais agressivos com o uso indiscriminado do hormônio, além do aumento da mama.

Ou seja, apenas após muitos exames investigatórios será possível a recomendação do uso do DHEA, pois não é recomendado para todos.




__________________
FONTE DA MATÉRIA:

- OCHI, Rikuo; CHETTIMADA, Sukrutha; GUPTE, Sachin A. DHEA-Induced Inhibition of ICaL in Arterial Smooth Muscle Cells. Involvement of Glucose-6-Phosphate Dehydrogenase and GPCR Signaling. Biophysical Journal, v. 114, n. 3, p. 637a, 2018.
- EL ASMAR, Nadine et al. The Value of Peri-operative Levels of ACTH, DHEA and DHEA-S and Tumor Size in Predicting Recurrence of Cushing’s Disease. The Journal of Clinical Endocrinology & Metabolism, 2017.
- RUBIN, J. et al. Progesterone concentrations: how can different immunoassay platforms & DHEA affect our measurements?. Fertility and Sterility, v. 108, n. 3, p. e215-e216, 2017.